domingo, 29 de janeiro de 2012

O Acorde IIIm

         Olá! Tenho notado uma pequena divergência a respeito da função do TERCEIRO ACORDE DO MODO MAIOR, ou simplesmente IIIm.

        Algumas pessoas chamaram a minha atenção pois consideram este acorde como Tônica Relativa e não como Dominante Relativa como eu tenho afirmado ser. Gostaria de deixar claro que também concordo com este ponto de vista mas tenho considerações a fazer:

         Em Dó maior,  o primeiro acorde é o próprio C, o terceiro é Em e o sexto é Am.
     
        O Acorde de Dó Maior é formado por C, E, G;

       O Acorde de Mi Menor é formado por E, G, B;

       O Acorde de Lá Menor é formado por A, C, E;

ou seja, em relação ao acorde de Dó Maior, os outros dois têm duas notas em comum. Observe:

C =    C - E - G
Em =  E - G - B
  
C =    C - E - G
Am = A - C - E

E porquê eu prefiro pensar no Em como Dominante Relativa? Simples, porque, em Dó maior, a nota Fundamental da escala (e principal ponto de repouso) é o próprio Dó. Por isso considero o acorde de Lá menor como Tônica Relativa, pois, possuindo a nota Dó em sua formação, exerce mais claramente a função de repouso, embora seja uma Cadência de Engano. Já o Em, a meu ver, se aproxima mais do acorde de G (G - B - D ) que tem função, nesse caso, de Dominante.    

     Afinal, o IIIm (Em) é Tônica Relativa ou Dominante Relativa?  Pode-se considerar os dois como certo, só que em termos de repouso (tônica) é o mais "fraco" dos três ( I, VI, IIIm ).

Nenhum comentário:

Postar um comentário