domingo, 7 de abril de 2013

Criação Musical - 1

Ok, Vamos nos divertir um pouco! A idéia é a seguinte: Nós vamos definir algumas notas e vamos indicar alguns acordes. Apartir destas indicações vamos criar uma nova melodia.

Pré-requisitos e dicas:
1 - Identificar as notas na partitura; 
2 - Conhecer os intervalos harmônicos: 
     de C para o mesmo C = uníssono
     de C para D = 2ª maior
     de C para E = 3ª maior (terça maior)
     de C para F = 4ª justa
     de C para G = 5ª justa
     de C para A = 6ª maior
     de C para B = 7ª maior
     de C para um C diferente = 8ª justa



3 -  Usar apenas os intervalos de Terça (3), Quinta (5), Sexta (6) e Oitava (8) - estes intervalos são considerados consonantes (que combinam);

4 - Contar o intervalo apartir da nota do baixo (que nós vamos indicar)

5 - Observar o movimento das vozes ( a voz dada e a que você está criando):

 6 - Sempre que possível utilize o movimento contrário;

7 - Evite repetir intervalos seguidamente. Ex:
Aliás, evite repetir, paralelamente,  5ªs e 8ªs

Então tá! Escolhemos o tom de Dó Maior  cuja escala tem as seguintes notas: C, D, E, F, G, A, B.
Os acordes tem as seguntes notas:
 C = C+E+G 
Dm = D+F+A
Em = E+ G+B
F = F+A+C
G = G+B+D
Am = A+C+E
Bmº = B+D+F

Ok! Aqui está a nossa sugestão de Baixo, com a indicação de acordes, para você criar uma melodia mais aguda. Utilize apenas uma nota por compasso e use as notas dos respectivos acordes.
 
 2 sugestões de resolução:

Para ouvir ou baixar o exemplo 1, clique aqui!

Para ouvir ou baixar o exemplo 2, clique aqui!

Para Baixar uma folha com pentagramas para imprimir, clique aqui!

Para baixar um program grátis para edição de partitura, clique aqui!






Nenhum comentário:

Postar um comentário